Creme anti-idade e outros cuidados com a pele a partir dos 55 anos

Quem já passou de 50 anos sabe como a pele precisa de cuidados específicos, diariamente, para ficar livre das rugas e marcas de expressão. Por causa disso, escolher o creme anti-idade correto é o passo mais importante na rotina de tratamentos daquelas que desejam continuar com a cútis macia, sedosa e, principalmente, livre dos sinais indesejados do tempo. Mas, diante de tantas opções, como escolher o certo? Confira mais detalhes e aprenda a identificar o produto ideal para quem já chegou aos 55!

Creme anti-idade deve conter um antioxidante com ação firmadora na fórmula

Para que o tratamento anti-idade realmente dê resultado, é preciso ficar atenta à composição do produto. Como é comum que a pele vá ficando cada vez mais flácida depois dos 50 anos, a dica principal é escolher um creme anti-idade de textura leve que conte com um antioxidante firmador na fórmula – componente que consegue firmar e revelar o contorno do rosto ao mesmo tempo em que fortalece a cútis e corrige as linhas de expressão.

Além de tudo isso, priorizar o tratamento que conta com essa ação firmadora ainda tem a vantagem de garantir uma pele nutrida, suave e, consequentemente, com aparência bem mais jovem.

Produto deve ser aplicado em movimentos circulares

Na dúvida sobre como incorporar o produto na sua rotina de beleza? É simples: depois de higienizar o rosto com um sabonete específico para o seu tipo de pele e tonificá-lo, deposite uma pequena quantidade do creme no pescoço, na testa e nas bochechas, espalhando-o por toda a cútis através de movimentos circulares para estimular o sistema linfático.

Na hora da aplicação, só é preciso tomar o cuidado de evitar o contorno dos olhos, pois essa área mais sensível precisa de um creme específico, ao invés do anti-idade que pode ser usado em todo o rosto e pescoço. Mas, para também não descuidar dessa região e ficar livre das desagradáveis olheiras e bolsas que costumam aparecer por ali, a dica é priorizar os produtos enriquecidos com cafeína – componente fundamental para ativar a circulação sanguínea e, assim, reduzir as manchinhas escuras.

Cuidados com a pele devem começar antes dos 55 anos

Engana-se quem pensa que só é preciso começar a se preocupar com a pele depois dos 50 anos: a partir dos 25, já é recomendado iniciar um tratamento com produtos específicos para a sua idade. Fazendo isso, os sinais que vão surgindo com o passar do tempo são atenuados antes mesmo das primeiras rugas começarem a aparecer – o que torna o tratamento aos 55 anos ainda mais eficaz.

Além disso, vale lembrar que outro cuidado indispensável em qualquer idade é o uso do protetor solar diariamente, já que os raios UVA e UVB – que continuam agindo mesmo nos dias nublados – contribuem para o envelhecimento precoce e aparecimento de manchas, além de serem uns dos maiores causadores de câncer de pele.

Fonte: LOreal Paris

Hidratação é o segredo para pele e cabelo perfeitos

A estação mais desejada pelos brasileiros está chegando ao fim, restando apenas o bronzeado perfeito e cabelos ressecados. Mas, afinal, você sabe como manter o corpo dourado e recuperar os fios após o excesso de sol, calor, água salgada e cloro? A resposta é cuidar de sua hidratação.

Segundo a dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Márcia Grieco, para o “bronze” se manter durante as demais estações do ano e para voltar a ter os cabelos sedosos, nada melhor que a hidratação.

“Hidratantes à base de uréia e lactato de amônio ajudam a manter a cor. O importante é sempre comprar os produtos adequados para o seu tipo de pele, ou seja, géis e loções fluídas para peles oleosas, cremes para peles normais e cremes mais oleosos para peles secas.”

Outra dica da especialista é o consumo de alimentos ricos em betacaroteno, como laranja, cenoura e mamão, que auxiliam na produção de melanina. É importante também evitar o uso de buchas ou esponjas durante o banho, pois agridem a pele e removem o manto lipídico, que protege a pele contra a desidratação e infecção.

Para os cabelos que passam por um longo período de exposição excessiva ao calor e sol, além dos produtos químicos, a especialista recomenda as máscaras de hidratação à base de ceramidas para recuperar o brilho ou leave-in após a lavagem, para ajudar a fechar as cutículas e proteger os fios.

“Para um brilho extra, indico o uso de silicones, mousses hidratantes e óleos reparadores”, aconselha a médica. Alimentação saudável, com legumes, frutas e proteínas, ainda é uma ótima aliada para manter o brilho dos fios.

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.400 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, conquistado pelo quinto ano consecutivo em 2015.

Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos
www.hpev.com.br