Creme anti-idade e outros cuidados com a pele a partir dos 55 anos

Quem já passou de 50 anos sabe como a pele precisa de cuidados específicos, diariamente, para ficar livre das rugas e marcas de expressão. Por causa disso, escolher o creme anti-idade correto é o passo mais importante na rotina de tratamentos daquelas que desejam continuar com a cútis macia, sedosa e, principalmente, livre dos sinais indesejados do tempo. Mas, diante de tantas opções, como escolher o certo? Confira mais detalhes e aprenda a identificar o produto ideal para quem já chegou aos 55!

Creme anti-idade deve conter um antioxidante com ação firmadora na fórmula

Para que o tratamento anti-idade realmente dê resultado, é preciso ficar atenta à composição do produto. Como é comum que a pele vá ficando cada vez mais flácida depois dos 50 anos, a dica principal é escolher um creme anti-idade de textura leve que conte com um antioxidante firmador na fórmula – componente que consegue firmar e revelar o contorno do rosto ao mesmo tempo em que fortalece a cútis e corrige as linhas de expressão.

Além de tudo isso, priorizar o tratamento que conta com essa ação firmadora ainda tem a vantagem de garantir uma pele nutrida, suave e, consequentemente, com aparência bem mais jovem.

Produto deve ser aplicado em movimentos circulares

Na dúvida sobre como incorporar o produto na sua rotina de beleza? É simples: depois de higienizar o rosto com um sabonete específico para o seu tipo de pele e tonificá-lo, deposite uma pequena quantidade do creme no pescoço, na testa e nas bochechas, espalhando-o por toda a cútis através de movimentos circulares para estimular o sistema linfático.

Na hora da aplicação, só é preciso tomar o cuidado de evitar o contorno dos olhos, pois essa área mais sensível precisa de um creme específico, ao invés do anti-idade que pode ser usado em todo o rosto e pescoço. Mas, para também não descuidar dessa região e ficar livre das desagradáveis olheiras e bolsas que costumam aparecer por ali, a dica é priorizar os produtos enriquecidos com cafeína – componente fundamental para ativar a circulação sanguínea e, assim, reduzir as manchinhas escuras.

Cuidados com a pele devem começar antes dos 55 anos

Engana-se quem pensa que só é preciso começar a se preocupar com a pele depois dos 50 anos: a partir dos 25, já é recomendado iniciar um tratamento com produtos específicos para a sua idade. Fazendo isso, os sinais que vão surgindo com o passar do tempo são atenuados antes mesmo das primeiras rugas começarem a aparecer – o que torna o tratamento aos 55 anos ainda mais eficaz.

Além disso, vale lembrar que outro cuidado indispensável em qualquer idade é o uso do protetor solar diariamente, já que os raios UVA e UVB – que continuam agindo mesmo nos dias nublados – contribuem para o envelhecimento precoce e aparecimento de manchas, além de serem uns dos maiores causadores de câncer de pele.

Fonte: LOreal Paris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *