Saiba como proteger da doença renal crônica

Os hábitos saudáveis reduzem os riscos de hipertensão e diabetes que podem levar ao desenvolvimento da doença renal crônica. Por isso, é importante evitar tabagismo, alcoolismo e hábitos alimentares que possam aumentar o risco do aparecimento destas complicações. Mais um fator a ser observado é o sedentarismo e fazer atividades que auxiliam na redução do estresse, também associado a enfermidades.

A nutricionista e pesquisadora da Fundação Pró-Rim, instituição referência no tratamento renal, Fabiana Baggio Nerbass, alerta que é preciso manter uma alimentação saudável, sempre que possível dar preferência aos produtos frescos como legumes, frutas e verduras, grãos, carnes e laticínios que não foram submetidos a nenhum procedimento de transformação, como adição de açúcar, sal e outros aditivos químicos.

E, quando consumir alimentos processados, o ideal é preferir aqueles que tenham o menor número de substâncias adicionadas e opte sempre que possível pelos que tenham menor quantidade de sódio. A recomendação é da baseada no Guia Alimentar para a População Brasileira, publicado pelo Ministério da Saúde.

Segundo ainda a nutricionista, além de praticar uma alimentação saudável é fundamental orientar os filhos a consumirem refeições mais ricas nutricionalmente e evitar que eles passem muitas horas na frente de equipamentos eletrônicos, em estado sedentário, consumindo produtos muito calóricos e com alto teor de sódio. “Quando estamos distraídos, costumamos não prestar atenção no que e no quanto estamos comendo”, alerta.

Fabiana chama a atenção para a importância de valorizar os alimentos e preparações de cada região que, pela proximidade ao consumidor, geralmente são mais frescos e adaptados ao paladar local e dá uma dica importante: “procure fazer suas refeições com a família ou com os amigos, apreciando sempre o momento e o sabor dos alimentos”.

ODebate.com.br